Família – Pais e Filhos – Queridos Pais – Crescimento espiritual no lar

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

plantaCrescimento espiritual no lar

Encaremos os fatos! Ninguém tem mais responsabilidades em moldar a vida dos filhos, desde a mais tenra idade até ao estado adulto, do que nós, os pais. Somos seus mentores, para melhor ou para pior, e o que eles são, ou venham a tornar-se, depende grandemente daquilo que lhes ensinamos ou não ensinamos em nossos lares.

Queridos Pais:

Seus filhos valem muito mais do que a própria vida para você. Por certo não trocaria um dos seus pequeninos dedos pelo mundo inteiro, com tudo o que ele encerra.

Geralmente as mães, em certas ocasiões desejaria que seus filhos fossem melhore, bem comportados, mais desejosos de fazer o que está certo e mais ponderador. Quantas vezes já não lhe disses: “Quando eu tinha a idade que vocês tem agora, eu…”. Qual a mãe, ou o pai, que nunca disse isso? Esta frase contêm mais do que uma indicação daquilo que você está constantemente tentando conseguir que seus filhos façam , o que você pensa que eles deveriam fazer nos brinquedos, na escola, em casa ou na igreja.

Já notou que quando as crianças são “más”, ficam mais semelhantes a seus pais do o quanto eles querem admitir? Naturalmente, naquelas ocasiões raras quando as crianças são “boas” são também semelhantes aos pais. Estes fatos são uma realidade, porque os pais são os seus primeiros, os mais eficazes e os mais responsáveis professores.

Encaremos os fatos! Ninguém tem mais responsabilidades em moldar a vida dos filhos, desde a mais tenra idade até ao estado adulto, do que nós, os pais. Somos seus mentores, para melhor ou para pior, e o que eles são, ou venham a tornar-se, depende grandemente daquilo que lhes ensinamos ou não ensinamos em nossos lares.

I – Por que ensinamos?

As experiências normais da vida familiar tornam cada pai um professor. Ensinamos nossos filhos porque estamos ligados a eles, porque vivemos mais tempo com eles, por que eles crêem em nós com mais facilidade, porque somos mais sensíveis a seus temperamentos e necessidade, e porque somos as pessoas mais importantes nas suas vidas até que se tornem adultos.

Quase que inconscientemente, nas rotinas da vida em família, nossos filhos copiam de nós a sua “filosofia” básica de vida, sua maneira de viver. Suas atitudes fundamentais sobre si mesmos, o mundo e as outras pessoas. É de nós que pegam seus gostos, suas preferências, suas idéias sobre o que está certo ou errado, e os conceitos das cosas que lhe são mais caras na vida.

Não somente isso, aprendem de nós com expressar seus sentimentos, seus temores, suas necessidades, seus desejos e ambições. Aprendem como obter o que quere. Aprendem se o trabalho duro, o estudo, a honestidade realizam mais coisas de valor do que a preguiça, o lazer e a desonestidade. Aprendem tudo isso de nós.

II – Como ensinamos as crianças

A atmosfera do lar ensina.

Já notou que os pais que são nervosos, rígidos e irritáveis, geralmente têm filhos do mesmo jeito? Por outro lado, pais que são calmos e moderados, geralmente têm filhos semelhantes. As crianças adotam como sua a linha emocional daqueles que mais significam para elas.

Também há o exemplo.

Oh! Como as crianças gostam de imitar os adultos! Esta é uma das maneiras mais poderosos que os pais dispõem para ensinar os filhos.

Outrossim, há o ensino oral. Você, como a maioria dos pais está constantemente usando a conversa, perguntas, explicações e discussões. Provavelmente também insiste, ameaça, castiga e recompensa. A vida é de tal modo que quando você se pões em comunicação como os filhos, está sempre ensinando-lhe algo.

Há ainda outras maneiras de ensinar.

Ensinar através de atividades, quando se mostra aos filhos como fazer as coisas, dando-lhes tarefas e afazeres. Na verdade estamos o tempo todo ensinando algo a nossos filhos. Mas, o nosso assunto é crescimento espiritual no lar, como conseguir isso?

III – Crescimento espiritual no lar.

Os pais crentes, em geral, estão-se desincumbindo bem de sua tarefa de ensinar os filhos, adequadamente, e também dando-lhes vantagens espirituais que os pais descrente não tem. As estatísticas dos crimes, dos divórcios, da juventude transviada, dos tribunais, atestam nossa afirmação.

Mesmo entre crentes, as famílias mais felizes, mais bem adaptadas, e que têm menos problemas em casa, são aquelas nas quais o ensino cristão, a adoração e o serviço são os meios normais de expressão.

Então é necessário que o crescimento espiritual no lar, seja uma constante. Vejamos algumas sugestões que ajudarão os pais na sublime tarefa de educar os seus filhos nos santos e retos caminhos do Senhor.

(1) Comece a frequentar a igreja regularmente.

Torne-se aluno da classe de adultos na escola bíblica dominical. Lá encontrará muita ajuda em material para estudar bem como em fraternidade cristã e inspiração. Além dos mais, você estará dando o exemplo certo em levar seus filhos à igreja, em vez de mandá-los sozinhos. A participação no culto também é de suma importância. Não deixe que seus filhos fiquem no lado de fora do templo ou em outro lugar qualquer na hora do culto. Não deixe seus filhos transitar de um lado para o outro durante o culto. É preciso reverência na casa do Senhor. O salmista Davi escreveu: “Guarda o teu pé quando entrar na casa de Deus”.

(2) Comece agora, hoje mesmo, a fazer o culto doméstico.

Pouca diferença faz se o fizer pela manhã, ao meio dia ou à noite, na sala de visitas, na cozinha ou no quarto, o importante é que você e seus filhos leiam a Bíblia e orem juntos diariamente, como uma unidade familiar. No tempo presente, mais do que nunca, as famílias enfrentam o problema de conciliar um horário quando todos estejam em casa. Muitos saem de casa de manhã bem cedo e só voltam tarde da noite. Em muitos lares, até a mãe trabalha fora do lar. Isto tem sido realmente um grande problema. No entanto, algo precisa ser feito para que a família não perca sua identidade como tal principalmente no que consiste às coisas espirituais. Um tempo precisa ser dado para a adoração em família.

Como já dissemos, as crianças aprendem seus valores desde cedo, e os aprendem no seu próprio lar. Se os pais são espirituais, as crianças também o são. Desde bem pequenas estão aprendendo, podem dar a aparência de não estarem escutando, mas estão bem ciente do que está acontecendo no lar. Isto é muito certo quando se trata da oração no lar. Pode parecer um esforço inútil querer que a criancinha fique quieta para ouvir a leitura da Bíblia, e tome atitude de oração, mas isto é importante para ela. Orar na própria linguagem da criança, ajuda muito. Mesmo que os pais precisem fazer suas orações particulares em outra ocasião o hábito de culto doméstico ajuda as crianças a saberem o que é oração e leitura da Bíblia, e mais tarde ser

Fonte: www.adoracao.com.br
Um parceiro Melodia

Fonte : http://www.melodia.com.br , mais um Parceiro Eterno Jesus.

Publicado em: Especial do Dia dos Pais, Família, Família - Pais e Filhos Tags: , , , , , ,

Você poderá gostar:

Papéis de Parede – Família Feliz com Jesus Papéis de Parede – Família Feliz com Jesus
Notícias Gospel – Blog Eterno Jesus completa 9 anos de existência neste mês Notícias Gospel – Blog Eterno Jesus completa 9 anos de existência neste mês
Artigos e Mensagens – Feliz Dia dos Pais do Blog Eterno Jesus Artigos e Mensagens – Feliz Dia dos Pais do Blog Eterno Jesus
Filmes Online – À Procura da Felicidade Filmes Online – À Procura da Felicidade

Deixe o seu Comentário

Enviar

WP-SpamFree by Pole Position Marketing

© 2014 Eterno Jesus. Entretenimento,evangelismo e informação. XHTML / CSS Valid.
Tema desenvolvido por Theme Junkie.